Loucura na pregacao

A Loucura da Pregação

“Certamente, a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus.” (1 Coríntios 1.18)

  1. A queda

A queda do homem (Adão), relatada em Gênesis, capítulo 3, foi a causa da corrupção e da depravação de todos os homens, tornando-os condenados eternamente e destituídos da glória e da presença do Criador.

  1. A solução aplicada por Deus

Na sua carta aos Romanos, capítulo 10, Paulo relata sobre a necessidade da pregação do Evangelho para que o homem seja salvo dessa condenação eterna.

Deus chama para Si a responsabilidade da salvação do homem; pois lançou sobre Si (em Jesus), Sua própria ira, a qual nós merecíamos.

  1. Jesus tornou-se o alvo da ira

Não podemos negar que a ira de Deus foi lançada sobre Jesus Cristo na cruz do Calvário e consequentemente aplacada em relação ao homem.

Os profetas do Antigo Testamento, os quatro evangelhos, as cartas neo-testamentárias e o Apocalipse, relatam esse fato de forma clara e evidente.

  1. Só Deus pode salvar o homem

Portanto, o meio pelo qual Deus usa para salvar o homem é totalmente exclusivo dEle, e por mais que queiramos estabelecer um sistema salvífico ou até uma excelente religião ou filosofia de vida, não seria suficiente para nos salvar da Sua santa e justa ira.

  1. A pregação do evangelho

Entretanto, a divulgação desse meio, que consiste na pregação do Evangelho, compete à Igreja (a você e a mim).

  1. Só o Espírito convence o pecador

O Espírito Santo usa a pregação para convencer o homem do pecado, da justiça e do juízo. É fato que alguém pode ter um encontro com Deus apenas pela leitura das Escrituras; porém, o veículo mais eficiente para a salvação do homem é mediante a loucura da pregação.